Últimos Conteúdos

Um melhor esclarecimento da ideia Anonymous


— Por que a horizontalidade é necessária?
Não existem líderes, porta-vozes, representantes e nem sequer membros oficiais dentro da Anonymous. Nós não fazemos parte de uma organização, de um movimento social ou de um grupo. Tampouco existimos oficialmente, e não o queremos.
E esta é, justamente, uma das armas da Anonymous – Em um movimento ou organização onde existem líderes, a possibilidade de desarticulação deste movimento é deveras maior, uma vez que os demais membros e seguidores do movimento dependem deste(s) líder(es) ou representante(s). Uma prisão, morte ou desaparecimento pode pôr fim a este movimento.
Obviamente, se tratando de Anonymous, a prisão de Anons em meio a alguma operação pode abalar o desenvolvimento da mesma. Porém, não se pode prender uma ideia. Esta, estará viva dentro de cada um de nós.
Nós não precisamos de encarregados para nos organizarmos. Nós não precisamos de líderes para dizer-nos o que devemos fazer. Um líder é apenas uma pessoa, assim como você, e todos nós sabemos que pessoas estão propícias a falhas, mas a nossa ideia permanece intacta.
Nós não precisamos de membros oficiais para falar por todos nós. Todos nós falamos por Anonymous, e cabe a cada um de nós o cargo de vistoriar a convicção, veracidade e intenções de quem por nós falam.

— Por que a máscara é necessária?
Primeiramente, é necessário esclarecer algumas coisas:

• A máscara usada pela nossa legião ganhou notoriedade após o lançamento do filme V de Vingança – filme este que foi produzido pelos irmãos Wachowski e dirigido por James Mcteigue.
Baseado e de mesmo nome que o HQ de Alan Moore e David Lloyd, essa obra tem como personagem principal o anarquista denominado V, que, por sua vez, utiliza uma máscara inspirada no rosto de Guy Fawkes, um dos participantes da chamada “Conspiração da Pólvora” – A conspiração da pólvora foi um levante cujo objetivo era explodir o parlamento inglês, assassinando o rei Jaime I e outros membros do parlamento. Porém, o final foi trágico: os conspiradores foram condenados à forca. Tudo isso aconteceu no século XVII.
Essa é a real origem da nossa máscara.

• Muitas pessoas, ao verem-nos usando máscaras “do filme V de Vingança”, deduzem que nós somos anarquistas. E, inclusive, alguns Anons afirmam que a Anonymous se trata de um coletivo anarquista.
Essa afirmação é falha e equivocada.
O que acontece é que, dentro da Anonymous, existem indivíduos anarquistas, da mesma forma que existem indivíduos democratas, comunistas e afins. Da mesma forma que existem alguns princípios da Anonymous que se assemelham às ideias anarquistas, alguns conceitos que se assemelham às ideias democratas e afins.
A Anonymous é um conjunto disso tudo, porém, não é nada disso. (Desculpem-me se não encontrei uma forma mais clara de me expressar).
Portanto, quando alguém impõe que a Anonymous é, seguindo este exemplo, anarquista, este alguém está excluindo todas as pessoas que não o são, e que, muitas vezes, cooperam com o coletivo. Faço das palavras de outro irmão as minhas: “E é um ponto de vista meramente pessoal, que deve ser exposto em caráter pessoal (eu acho que) e não em caráter de grupo (Anonymous é).”

• Também já ouvi pessoas dizendo que nós não deveríamos exportar heróis ingleses para simbolizar a nossa ideia, e que, se conhecêssemos um pouco de história, saberíamos que existiram heróis sobre território nacional – vide Tiradentes.
E eu retruco: se essas pessoas conhecessem um pouco sobre a ideologia Anonymous, mas bem pouquinho mesmo, elas saberiam que a Anonymous está espalhada ao redor do mundo, e que é uma ideia global.
Nós não aceitamos distinções, sejam raciais, sejam de gênero, sejam de crença, ou, nesse caso, de nacionalidade. A igualdade faz de nós uma legião.

Mas acabei fugindo (e muito) da questão inicial: por que a máscara se faz necessária?
Nós precisamos ter a ciência de que algumas pessoas realmente precisam se manter na anonimidade. Seja por motivos de segurança (imagine um dos hacker ativistas que atacaram a Paypal indo a uma manifestação de rosto a mostra!), seja por motivos de precaução (houve registros de policiais que perderam seus empregos por serem vistos em uma manifestação da Anonymous).
Nós temos de entender que, cada vez que colocamos uma máscara em uma grande manifestação, estamos, também, protegendo nossos irmãos. E, naquele momento, todos são iguais, todos são como um.
É por essas e outras que a anonimidade é, também, uma das armas mais eficazes de Anonymous.

— Por que nós NÃO vamos criar um partido político/eleger candidatos Anons:
Em muitos grupos, e diversas pessoas diferentes, publicam ideias do tipo “Por que nós não criamos um partido político, um partido Anonymous?” ou então “Por que alguns de nós não nos candidatamos? Creio que possuímos apoio suficiente para sermos eleitos”.
É impressionante o número demasiado de pessoas que acreditam que Anons se elegendo resolveria todos os problemas que, hoje, nós enfrentamos.
Se você acredita que meia dúzia de políticos honestos resolveria estes problemas, procure por políticos honestos! Tenho absoluta certeza que no meio das centenas de candidatos, pelo menos alguns pares destes têm boas intenções.
Se você acredita que a corrupção dos nossos políticos são a causa de todos os problemas de nosso país, OK, essa é a sua opinião (leiga, diga-se de passagem), mas NÃO COLOQUE A ANONYMOUS NO MEIO DISSO.
A corrupção é apenas a ponta do iceberg, e é desencadeada por algo muito maior.
A luta contra a corrupção é totalmente válida e necessária, porém, não é suficiente.
Pessoas que acreditam que políticos honestos podem acabar com todos os nossos cânceres, revelam-se desinformadas sobre assuntos como as falhas do sistema eleitoral brasileiro, a falta de soberania do próprio governo brasileiro sobre os recursos nacionais e outros assuntos que deveriam ser tratados com mais seriedade por aqueles que se dizem participantes da cena ativista.
Se a sua causa gira em torno, somente, do combate à corrupção. Aconselho que procure um dos movimentos que têm o fim da corrupção como única reivindicação.

Créditos : AnonymousBrasil
           AnonPRNews 

Nenhum comentário